Depois de tudo só existi o nada

Postado em 25 de março de 2012



Depois de tudo, apesar de sempre saber que não era pra sempre, mesmo sabendo o que me aconteceria, mesmo assim... Apostei em você, mas nem tanto assim, porque como você disse "todos têm defeitos", grandes defeitos a humanidade tem... De achar, ter a ilusão mesmo sabendo a realidade, pois isso te faz bem, te faz mais feliz, com as ilusões fazemos o que quiser, mas chega o momento que tudo tem que acabar. Grandes defeitos de apenas fazer o que quiser e não ver ou compreender a vida do próximo, só enxergamos o "NOSSO, O MEU..." e não enxergamos, na verdade nem queremos sequer saber o que "DO OUTRO" tem de importante ou de nada.
Sabia... Você é diferente, todos nós somos, sabia que não daria certo, mesmo porque todo tem "DEFEITOS" as quais não serão mudados por ninguém, apenas por vontade, esperteza e capacidade de nós mesmos.
E assim é a vida cheia de novidades, em que quando escolhida acaba sendo um dever agir com sabedoria, que às vezes fere que nos encanta em um pequeno período e depois apenas não é o que se esperava um brilho a menos num horizonte imenso.
Tão imenso que é capaz de mudar tudo conforme o que escolhemos... tão intenso, rápido quando não é esperado, devagar quando não queremos, e é assim.
O ser humano apenas sabe o que se vê, todos apenas enxergam seu próprio , não vê contexto não vê um todo profundo, não muda pelos outros, não quer ser a mudança para os outros, apenas dele mesmo. Por isso não existe um conjunto, nada é, tudo e nada se foram e sempre iram embora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário