Um corredor infinito

Postado em 30 de março de 2012



Uma linha reta, um caminho distorcido, um corredor infinito com muitas portas que nos fazem querer entrar, que nos atiçam e quando entramos perdemos outras portas (escolhas) e até mesmo ficamos perdidos dentro do desconhecido, que pode virar a pior escolha, pode acontecer tantas coisas, loucuras, decepções, dentro do cômodo. 
E quando conseguimos sair, algo valioso é retirado da gente, algo que às vezes nem nós mesmos sabemos o que é... Só depois que saímos mesmo, então percebemos que esta faltando algo que não pode ser devolvido e nem reconstruído, apenas não faz, mas parte de você.
Outras portas só podem ser abertas com chaves, que só conseguimos quando estamos nos lugares que nos chamam, aquelas portas que entramos e perdemos muitas coisas, mais é lá que conseguimos as chaves.
Que só abrem portas que foram feitas para você e só conseguimos abri-las se merecermos e se for o certo pelo nosso desempenho, força e capacidade.
Um corredor infinito que não tem como saber o que acontecerá, tudo esta marcada e sendo escolhido por cada um, onde pode acontecer muitas coisas que não esperaríamos... Um corredor infinito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário