Compreendia

Postado em 13 de novembro de 2012



Nem as atitudes me impressionam e as palavras me assustam. Em momentos de revolta é assim que penso, e no mundo de incertos, não me fascino, não espero mais nada dos outros, não me tornarei assim como eles ou será que o mundo vai me obrigar a ser? Espero que não.
Apenas sei que queria compreender o porquê de tanta confusão, de pessoas cheias de razões, orgulho, bobagens na cabeça.
Já pensei que seria capaz de mudar os outros, mas já sei que não, pois já é difícil mudar a nos mesmos, imagina os outros, é improvável.
Compreendia muitas coisas, na verdade poucas em relação ao que sei hoje, mas antes pensavam tão diferente que me surpreendo e não me imagino como antes. E apesar de toda mudança, vão existir mais e mais que te transformaram em outra pessoa, com novos argumentos.
E desse mundo só quero o agora, porque já sei, foi difícil aprender, mais esperar muito não adianta, e pensar no que já foi não vai mudar nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário