Borboletas

Postado em 4 de dezembro de 2012




















Toda vez que encontro uma borboleta me encanto e me lembro de todas as vezes que já vi, lembro-me do que sempre penso quando apareci uma "ainda há esperanças e vou encontrar." não sei o porquê, mas isso passa na minha cabeça e sei que um dia saberei o que procuro.
E todas as vezes que me lembro – e me encanto...
Lembro quando era pequena e estava rodeada de pessoas conversando e eu nem estava me preocupando com o que estavam dizendo e me afastei das pessoas, foi apenas um segundo e logo me apareceu uma borboleta e sem pensar sai correndo atrás dela, mas quando vi que estava me afastando muito tive que voltar à realidade e voltar para perto das pessoas.
Uma vez na floresta vi a mais bela borboleta, era daquelas enormes e azul, perfeita e inesperada e que aparecem quase nunca, em outras vi nas casas perto de flores e jardins, voando devagar e procurando um pouso e quando paravam ficavam um bom tempo lá sem fazer nada.
Lembro-me da vez que uma borboleta laranja e preta ficou entre meus cabelos,não esperava,foi tão rápido mais me senti lisonjeada.
Nas vezes que borboletas me rodearam me encantava com a beleza e pensava no que sempre penso quando as vejo.
E é perfeito o quanto são capazes de dar esperanças.
O modo em que vivem sua trajetória... As dificuldades para chegar ao grande dia e tendo apenas um dia para aproveitar a vida, de voar entre a natureza e depois cair e morrer. Mais é perfeito ... O que são.
E não somos nós que procuramos as borboletas são elas que nos acham e nos encantam e mudam nosso dia... Sempre foi assim e será, é a borboleta que encanta que muda nosso olhar para que apreciamos apenas ela, apenas ela que consegui ter esse encanto.

Um comentário: