Meu lugar

Postado em 31 de maio de 2013


E voltei lá
Foi à promessa do dia
Não sabia se ia ou não
Mas eu fui

Quando cheguei
O tempo estava parado
O vento não tocava
Nem as folhas
Nem meus cabelos

Mas quando me sentei
Disse “Olá minha amiga”
Passaram-se alguns segundos
E o vento soprou tudo

Senti meus cabelos
E as folhas das arvores
E do chão
Se mexerem

Foi como um olá de boas-vindas
Pensam ser loucura da minha parte
Mas não perco meu tempo para dizer
O motivo da minha realidade

Foi como ir para onde sempre quis estar
E me senti viva novamente
Em meio à natureza
Sem ninguém por perto
É o que precisava há muito tempo

Para me sentir bem e viva
É o que preciso sempre
E o que eu quero
Para minha vida
SEMPRE

E ao descobrir
Que não sou única
Que meu Pai
Também teve e passou pelo que eu passei e passo
Senti tudo
E chorei
Minha emoção tocou bem fundo
Na alma

E foi então
Que vi e senti
Ao menos
Uma razão do meu ser
A qual é igual
A de quem eu amo
E totalmente diferente
A aqueles que nem conheço
E que vou conhecer
E que no fim
Também sou
Uma metade de um mundo
E a outra de realidade
Em terror e amor
Ambos loucos
Surpreendentes e perfeitos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário