Minha razão de escrever

Postado em 23 de dezembro de 2013

Começo a escrever quando a única razão de viver muda e meu coração bate forte por vontade imenso de transmitir o que sinto a mensagem, o que me rodeia no momento, não me importo se a minha letra fica feia no meu caderno, ou que depois só será mais uma folha, me importo com o que vou passar para as pessoas, ao menos um pouco. Sigo meu coração nessas horas, e ouço-o o mais profundo que eu posso o mais verdadeiro impossível e ouço – eu consigo e é isso que faço. Digo que seja o que for sei que é o que esta e sempre vai estar no meu coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário