Entre tudo que o mundo é

Postado em 29 de julho de 2014


Independente de tudo que o mundo faz, cria, mata, faz sofrer, faz chorar, faz nascer, o mundo é completo de tudo e nada, não conheço nenhuma forma matemática para explicar isso, mas sei que é. Um completo e imenso jardim de doçuras e maldades. Muito aconteci, mas não vejo, prefiro pensar    que não existe, mesmo existindo e tão forte assim, prefiro evitar a dor de alguém e guardo em mim, prefiro sentir o ar puro da vida e caminhar aonde quase ninguém esta, prefiro assim. Caminho reto e difícil, ou seria o mais leve para aqueles que veem o outro lado da vida?

Nenhum comentário:

Postar um comentário