Alma na lua

Postado em 3 de novembro de 2015



Deitada vendo a lua brilhar
Seu encanto contagiar
A minha alma

Poder que é tão misterioso
Tão encantador
Nos influencia
Me faz ser quem sou
Porque sigo os instintos
Que ela alimenta em mim

Deitada vendo a lua 
Se pudesse faria sempre
Mas as vezes, 
O ceu esta cinza e a chuva caí
E lava minha alma 

Poder que é tão misterioso
Da chuva
Da lua
Do sol
Das estrelas
E tudo que é ligado a natureza
Até mesmo de nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário