Ser subjetiva

Postado em 1 de outubro de 2016


Agora entendi o que é ser subjetiva... é ser totalmente o que faço. E o que faço? A cada instante estou vivendo mais, a vida esta me trazendo coisas que já carregava em mim, como conhecimentos em várias maneiras, seja em teorias, ou até mesmo espiritualmente, ambos pra mim deve e é vivida juntas, mas nós que separamos tudo. Separamos a natureza, do que somos, separamos animais em zoológico, domésticos ou comestíveis, separamos a mente e a alma, separamos a idade com a sabedoria vivida, e será que uma criança não é sabia também, ainda mais nesse estado em que se encontra o mundo. E como uma flor se abrocha, somos nós ao caminho da vida e da sabedoria, precisamos nos encontrar ao que se cria, ao que se faz, sempre renovando, movendo, sejam ideias, conceitos, opiniões, mas temos que ser como flores, nascer, brotar, abrochar para a vida. A subjetividade esta em você viver essas etapas, você criar, ter opinião, ou muitas vezes não se sentir dentro do mundo, pois cada um tem seu modo de viver, ser, sentir, e cabe a nós ter opiniões diferentes, sempre mostrando e tentando abordar ao mundo e principalmente ao seu tuas conquistas, sua vida. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário